Home
História da Quadrangular
Cultos on-line
Pedidos de oração
Estudos Bíblicos
Galeria Fotos

Radio Ieqpari

Facebook

Fale conosco

Em memória Pr. Jonas da Lapa

Localização



Cultos On-line - Texto

 

Quem esta governando sua vida: Adonai ou baal?


Leia: Josué 24:15
“Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.


Hoje estamos vivendo uma crise de governo. E quando falamos crise não estamos falando somente do governo municipal, estadual ou federal.
É algo mais profundo, que compromete nossas vidas, é o governo de nosso coração.
As pessoas nas redes sociais apontam os problemas e os culpados da crise. Mas, nos dias atuais, podemos presenciar famílias destruídas, sem paz, sem ordem e sem organização.
Assistimos aos noticiários todos os dias e nos deparamos com notícias de pais que não cuidam e educam seus filhos e por outro lado, filhos que não respeitam aos seus pais.
Famílias totalmente sem estruturadas e sem organização.
A nossa crise envolve o governo externo e interno. Estamos tomados pelo medo e pela insegurança.
As pessoas estão vivendo uma crise de identidade e por isso vivem tomadas pelo medo.
As pessoas estão sem capacidade de tomar boas decisões e  estão sem organização para crescer profissionalmente.
Diante de toda essa situação, nós cristãos, devemos ser exemplo e estar organizados para que juntos possamos organizar esse mundo.
O mundo precisa de um povo organizado para encorajar as pessoas que estão desorganizadas e sem rumo.
A palavra de Deus nos ensina que o reino não é visível e que ele esta dentro de nós. 
Lucas 17:20-21 “Certa vez, tendo sido interrogado pelos fariseus sobre quando viria o Reino de Deus, Jesus respondeu: "O Reino de Deus não vem de modo visível,
nem se dirá: ‘Aqui está ele’, ou ‘Lá está’; porque o Reino de Deus está entre vocês".

O Reino de Deus é um governo estabelecido por Deus, tendo como Rei alguém escolhido por ele. Quem é o Rei do Reino de Deus? Jesus Cristo. Como Rei, ele é maior do que qualquer governante humano e é chamado de “Rei dos que reinam e Senhor dos que dominam”. (1 Timóteo 6:15) Ele tem o poder de produzir muito mais benefícios do que qualquer governante humano, mesmo o melhor deles.
Reino quer dizer governo, e governo ordem ou disciplina.
O reino veio para colocar ordem e para se manifestar dentro de nós.
Jesus veio para trazer o governo de Deus. A oração do Pai nosso diz “Venha o teu Reino”. Que o Senhor organize nossas emoções, nossos pensamentos e o nosso corpo.
Que o Senhor Jesus nos organize.
A pessoa sem paz, com medo e dúvidas é uma pessoas desorganizada.
Quando o Reino de Deus se manifesta em nossa vida acaba com o medo, com as preocupações e a pessoa fica organizada.
O texto da palavra de Deus nos mostra um povo que havia saído do Egito e vivido quatrocentos anos de escravidão.
No Egito, eles tinham um rei, um governo opressor que se achava um deus.
Esse povo estava debaixo de um governo idólatra que adorava inúmeras imagens de deuses.
Muitas pessoas se dizem livres, mas continuam escravos de: vícios, costumes e tradições.
Não é fácil dizer para uma pessoa que ela está errada ao se prostrar para uma imagem (ato de idolatria). E dizer a ela que ela não precisa fazer nada disso, porque somente Jesus é único digno de todo louvor e adoração.
O nosso país é habitado por um povo cheio de costumes, tradições e religiosidade. O brasileiro é um povo místico e usa de todas essas coisas erradas para adorar a Deus.
Um povo que se prostra para imagens e adora de tudo. Um povo que acredita que para casar é preciso se prostrar em frente de uma imagem que ela irá lhe ajudar a encontrar uma esposo(a).
Como fazer para que essas pessoas possam entender que tudo isso é errado?
Assim como Israel Adorava a Deus, outros povos adoravam outros deuses.
Como adorar ao Senhor? Devemos adorá-lo com fé!
O ar que você respira, consegue vê-lo?
Assim é com o Senhor não o vemos, mas podemos senti-lo.
Precisamos crer e adorar pela fé. Não é fácil ser livre. Por isso podemos ver milhões de pessoas se prostrando para tantos deuses.
Josué sabia que para conquistar a terra prometida precisava de ordem e organização.
Após a morte de Moisés, Josué sabia que para continuar ele precisava de Deus e do reino.
O Senhor se  manifesta e diz: “9 Lembre da minha ordem: “Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo,porque eu, o Senhor, seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!” Josué 1:9
Deus estava dando governo a Josué. Deus deu a cartilha a Josué.
Nós também temos a cartilha em nossas mãos que é a bíblia.
Josué venceu todas as batalhas porque ele estava organizado.
Havia medo, preocupação, mas em nenhum momento Josué parou porque ele obedeceu e foi governado pelo Deus, Adonai.
Adonai é um termo com origem no hebreu que significa "meu Senhor". Este era o nome de Deus usado no antigo testamento em vez do nome divino de Javé (Yahweh), uma vez que este, por respeito, não se devia pronunciar. Adonai reflete a superioridade de Deus.
Adonai  é o nome dado ao Senhor dos exércitos.
Você pode adorar muitos deuses, mas o verdadeiro e único é Adonai. É o Deus e Senhor.
Imagine, depois de realizar todos os seus sonhos, quem vai governar sobre você?
Josué disse: “eu e a minha casa serviremos ao Senhor.
Josué viu todo amor de Deus se manifestar na sua vida, mas foi preciso tomar algumas decisões e isso exigiu algumas obrigações.
O Senhor dos Israelitas é Adonai, mas baal, que é um dos deuses, também significava senhor.
Quem era baal?
Quando o povo de Deus encontrou a Terra Prometida, Canaã, vários povos já habitavam o lugar e tinham um culto aos seus deuses – um deles era baal. Esses povos eram os cananeus, os filisteus, os moabitas, os amorreus, os ferezeus, os amonitas, entre outros.
baal era o nome do deus supremo adorado na antiga Canaã e Fenícia.
A prática do culto a baal infiltrou a vida religiosa judaica durante o tempo dos juízes (Juízes 3:7), tornou-se comum em Israel durante o reinado de Acabe (1 Reis 16:31-33) e também afetou Judá (2 Crônicas 28:1 -2).
A palavra baal significa "senhor"; o plural é baalim. Em geral, baal era um deus da fertilidade que, de acordo com a crença comum, permitia que a terra produzisse colheitas e pessoas produzissem crianças. Diferentes regiões adoravam baal de diferentes maneiras.
O Senhor nosso Deus é escrito com S (maiúsculo) enquanto que os outros deuses representa senhor com s (minúsculo).
Ao escrever o nome do Verdadeiro Deus saiba que: O verdadeiro Deus é com D (maiúsculo) enquanto os outros deuses d (minúsculo).
Esse povo acreditava que baal era deus da fertilidade, mas o povo que se multiplicava como ninguém era o povo dos Judeus.
Salmo 113:9 “ Faz com que a mulher estéril habite em casa, e seja alegre mãe de filhos. Louvai ao SENHOR.”
Eles acreditavam que baal era o deus da tempestade, mas a palavra de Deus nos ensina que o Senhor é superior à tempestade.
Êxodo 9: 23 “ Quando Moisés estendeu a vara para o céu, o Senhor fez vir trovões e granizo, e raios caíam sobre a terra. Assim o Senhor fez chover granizo sobre a terra do Egito.”
Só Adonai tem poder sobre a tempestade.
Adonai venceu a morte.
Adonai é soberano sobre o mar. Na travessia do mar vermelho as coisas não aconteceram por acaso o Senhor se manifestou em todas as situações.
Somos testemunhas de que Deus cura e prospera. Ele habita e esta entre nós.
Somos testemunhas que Ele é capaz de fazer todas as coisas.
Adonai exige obediência, renuncia, mudança de vida, arrependimento dos pecados e amor ao próximo.
baal  apela para sensualidade, prazer e caminhos prazerosos.
Adonai não vai trazer prazer para a carne e sim arrependimento e mudança de vida.
Adonai trás governo para nossa vida, e isso exige que ocorra mudanças em nossa vida.
Se o povo é de Adonai precisa saber onde esta errando para que possa ser corrigido e ocorra mudança.
Adonai requer adoração, honra, arrependimento, confissão dos pecados e mudança de vida.
baal não exige santidade e espiritualidade, somente os prazeres da carne.
Quando entramos na presença do Senhor temos que rever nossas atitudes e nossa postura.
Estar na presença de Adonai não é estar na presença de qualquer um.
Josué disse: “eu e a minha casa serviremos ao Senhor.
Se para você parece mal adorar Adonai então sirva a baal, à morte.
Confesse com sua boca e diga: Eu e minha casa serviremos, adoraremos, honraremos, quebrantaremos, confessaremos e nos arrependeremos diante de Deus (Adonai).
Se você ainda não fez isso esta servindo outros deuses.
A casa de Adonai é lugar de adoração onde nos arrependemos dos nossos pecados e nos tornamos obedientes à palavra do Senhor.
Na casa de Adonai é onde a gente se humilha. Na casa de Adonai não é um lugar para sermos agradados e sim nós agradaremos a Deus.
Quem você escolhe: Adonai para adorar com espiritualidadee verdade ou baal para satisfazer os prazeres da carne?
Quem é que vai governar a sua vida e da sua família?
Onde você vai chegar depende de quem você vai adorar.
Jesus é o caminho a verdade e a vida. Ele é a porta das ovelhas.
Se você quer ser oferta de sacrifício a Deus tem que passar por essa porta.
Você só chega a Deus (Adonai) através de Jesus Cristo. Não seja enganado, outros caminhos te levarão a baal.
Disse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao pai a não ser por mim.” (João 14.6)
Aprenda com esse ensinamento e se livre de todo misticismo e se liberte de todas essas coisas que estão impedindo de adorar o verdadeiro Deus (Adonai).
Deus esta lhe mostrando o que Josué disse:   “eu e a minha casa serviremos ao Senhor.
Josué sabia  que Adonai era poderoso. Ele não se prostrava diante de nenhum outro deus.
Nós devemos nos prostrar  somente ao verdadeiro e único: O Deus (Adonai).
Josué sabia que Adonai era o Deus dos exércitos.
Devemos adorar somente Adonai através do seu Filho Jesus Cristo.
Leia e pratique essa palavra na sua vida.
Igreja do Evangelho Quadrangular Jardim Palmira
Culto pregado: Pastor Marlon Góes
WWW.ieqpalmira.com.br